nintendo-3ds

A Nintendo fez com que sua entrada no mercado mobile gerasse dúvidas. Scott Moffitt, vice-presidente de vendas e martketing da empresa, decidiu esclarecer que eles não pretendem abandonar o Nintendo 3DS por conta dessa decisão.

A declaração tem um motivo bem claro: com o desenvolvimento de videogames para smartphones, poderia haver um conflito de interesse evidente, já que o próprio Nintendo 3DS compete com os dispositivos móveis, por ser um console portátil. Com isso em mente, não é difícil entender por que a Nintendo quis esclarecer sua posição, algo que por outro lado é compreensível, já que o pequeno console conseguiu um volume de vendas impressionante, superando em vendas acumuladas os consoles de nova geração.

Resumindo: o Nintendo 3DS terá vida longa, o que é correto, já que este é um dos maiores sucessos da Nintendo.

Vale lembrar que o Nintendo NX, o console de próxima geração da Nintendo, poderá ser uma espécie de híbrido entre console doméstico e portátil, sendo mais potente que o PS4.

Via Neowin