NES Classic Mini

 

A resposta “porque não vende no Brasil” é simplista nesse caso.

O NES Classic Mini está nas mãos de poucos felizardos, e é praticamente impossível encontrar o produto lá fora em alguma loja, ou pelo menos em um preço considerado normal.

Para explicar o que acontece, Reggie Fils-Aime (Diretor de Operações da Nintendo America) se pronuncia sobre o assunto.

 

O executivo explica que o que aconteceu com o NES Classic foi uma forte demanda global, acima do que eles esperavam, resultando em uma óbvia falta de inventário. A Nintendo vai seguir fabricando o console, visando estabilizar o fornecimento atual.

Reggie reforça que a demanda inicial surpreendeu a todos, confessando que nem a Nintendo acreditava que alguém fosse se interessar em comprar mais uma vez o Super Mario Bros original.

De fato, a Nintendo achou que o NES Classic Mini passaria desapercebido. O próprio mercado mostrou como eles estavam errados.