3,5 milhões de espectadores online acompanharam a apresentação de abertura do Google I/O no dia 27 de junho. E muitos ainda estão tentando entender o que exatamente o Nexus Q faz. O Google diz que o produto é um “dispositivo de streaming social”, mas isso não define todas as suas possibilidades. Logo, muitos desenvolvedores exploram o seu potencial das mais diversas formas. E uma das mais eficientes é hackeando o produto.

Para o Nexus Q funcionar (na teoria), você precisa de um conexão com a internet, um smartphone ou tablet com a última versão do sistema operacional Android (4.1 Jelly Bean) e o player padrão do Android para que tudo funcione. Porém, no dia 1 de julho, apenas quatro dias depois da apresentação do produto, o mesmo foi hackeado. Através do tutorial de permissão de superusuário do dispositivo, o desenvolvedor Jason Parker conseguiu modificar as características da funcionalidade do Bluetooth no dispositivo, permitindo assim a conexão de um mouse sem fio.

Mas o progresso não parou por aí. Jason aprofundou a sua modificação, e conseguiu carregar uma versão completa da versão Ice Cream Sandwich com o laucher do CyanogenMod, que conta com suporte ao mouse e teclado sem fio, tornando o produto uma espécie de pequena estação conectada, permitindo que você não só consiga reproduzir conteúdos multimídia, mas também possa interagir de forma mais prática e funcional com o sistema e os seus respectivos conteúdos conectados.

Abaixo, temos um vídeo que mostra o resultado dessa modificação.

Via XDA Developers