nes mini

 

Ainda faltam alguns dias para o NES Mini chegar ao mercado de forma oficial, mas as primeiras análises do novo console da Nintendo já são divulgados.

Alguns chegaram a desmontar o console, mostrando o seu interior e respondendo algumas perguntas pendentes.

Quem desmontou o NES Mini confirma o que muitos imaginavam: estamos diante de um computador com uma versão modificada do Linux.

Peter Brown, jornalista do Gamespot, publicou as primeiras imagens do console desmontado no Reddit, e apresenta resultados muito interessantes, mas pouco alentadores para quem queria modificar o NES Mini.

 

nes-mini-desmontado-02

 

O console é alimentado por um SoC AllWinner R16, que não foi criado especificamente pela Nintendo, mas sim um chip de 28 nanômetros com CPU ARM Cortex-A7 quad-core com velocidade de até 1.2 GHz, GPU dual-core Mali-400 com 256 MB de RAM DDR3 e 512 MB de armazenamento flash NAND.

Ou seja, ele é mais potente que o Nintendo Wii e Nintendo 3DS, e seu hardware abre a possibilidade de vermos mais consoles Mini no futuro.

 

nes-mini-desmontado-03

 

Com isso, a estratégia da Nintendo é clara: oferecer sua alternativa de emulador, com o seu design e com o fator de legalidade, centrando-se nos consumidores que não são familiarizados com o mundo das modificações.

Logo, se queremos o NES Mini sera pelo seu design, e ficaremos limitados aos 30 jogos do console. Se queremos mais jogos, o mais simples e barato é pegar um dos vários projetos baseados em Raspberry Pi disponíveis na internet.

 

Via Peter Brown (Twitter), Reddit