Xbox One X

A Microsoft afirma que o Xbox One X é comparável a um PC top de linha. Porém, tal afirmação é errônea, e pode induzir os clientes ao erro.

As comparações não são muito diferentes daquelas que a Sony fez na época do anúncio do PS4 Pro, mas identificar os excessos e esclarecer á a forma que encontramos para ajudar o consumidor mais leigo.

Para a Microsoft, 40% a mais de potência oferecida pelo Xbox One X em relação ao PS4 Pro garante uma velocidade de fotogramas consistente, maior buffer de memória e texturas 4K, além de som especial, que é um incentivo para o usuário para uma experiência de alto nível.

OK. O Xbox One X é mesmo mais potente que o PS4 Pro. Mas jamais chega no nível de um PC top de linha. Basta ver nas especificações dos dois produtos:

 

Xbox One X

– Processador Jaguar da AMD (de baixo consumo) com CPU octa-core a 2.3 GHz
– 12 GB de GDDR5 unificada, com largura de banda de 326 GB/s
– GPU AMD com 2.560 shaders a 1.127 MHz
– 1 TB de HD
– Refrigeração líquida
– Leitor de Blu-ray UHD, 4K nativo com upscalling e HDR

 

PC top de linha (em sua configuração mínima)

– CPU Intel Core i7-7700K (alto desempenho) quad-core a 4.2 GHz
– 16 GB de RAM DDR4
– GPU NVIDIA GTX 1070 com 1920 shaders a 1.683 MHz e 8 GB de GDDR5 a 8 GHz, ou Radeon RX Vega 56 com 3.584 shaders a 1.471 MHz e 4 GB de HBM2
– SSD e HD em configuração dual

A diferença numérica é grande, e no desempenho é ainda maior, deixando os dois sistemas em posições muito diferentes. O comparativo é ridículo, deixando o Xbox One X mais próximo de um PC gaming de linha média-baixa.

 

Via WCCFTech