manifesto-facebook-bgs2013-ps4

O anúncio do preço do PlayStation 4 segue rendendo assunto nas redes sociais. A ponto de alguns usuários mais indignados inciarem os já tradicionais movimentos de protesto contra a Sony. Como por exemplo esse evento já criado por alguns fãs da empresa, que pretendem fazer um protesto na frente do stand da fabricante, durante a Brasil Game Show 2013, que acontece entre os dias 26 e 29 de outubro de 2013, no Expo Center Norte, em São Paulo (SP).

O valor do PlayStation 4 no Brasil foi anunciado (e confirmado) pela própria Sony Brasil na manhã de hoje (17). O PS4 vai custar por aqui a “bagatela” de R$ 3.999, um valor muito acima do imaginado, e quase o dobro do seu principal concorrente no mercado de games (Xbox One em pré-venda no Brasil, por R$ 2.199).

A Sony explica que o motivo para o console custar tão mais caro por aqui são os impostos brasileiros, que alcançaram “entre 60% e 70%” o valor do console. Mesmo assim, a conta não fecha, e alguns não estão muito convencidos disso.

Longe de nós vetarmos o direito ao manifesto. Vivemos em um país livre para que as pessoas possam se manifestar contra aquilo que elas acreditam que está errado. Porém, mantemos a nossa posição: entendemos que a melhor forma de protesto seria simplesmente não comprando o videogame aqui no Brasil.

O PS4 pode ser importado, sem bloqueio de regiões para jogos (apenas para filmes). Pode ser comprado no Chile por aproximadamente R$ 1.500, ou na Argentina, por R$ 2.600. Se você quiser (e puder), ainda pode importar nos Estados Unidos, pagando US$ 399, e mesmo que a taxa de importação seja de 100% (e não é), você ainda pode pagar algo em torno de R$ 1.700. Ainda é bem menos que o valor cobrado pela Sony no Brasil.

Via Facebook