nanotubos

Pesquisadores da Universidade de Rice descobriram que os nanotubos de grafeno branco contam com um grande potencial de dissipação em dispositivos móveis.

Não estranhe se você leu no parágrafo anterior a expressão ‘grafeno branco’, pois temos uma explicação muito simples: é um nome que se utiliza para se referir ao nitruro de bório, mas que não está relacionado com o carbono. O tal material pode se unir para formar um plano bidimensional, capaz de oferecer excelentes propriedades de dissipação térmica.

O problema é que que o calor não viaja da mesma forma através de uma capa em 2D, um problema que os pesquisadores conseguiram superar, com a ajuda da utilização de nanotubos de grafeno branco, conseguindo criar uma estrutura em 3D que mantém boas propriedades térmicas.

Com essa descoberta, podemos experimentar um grande salto na potência dos dispositivos móveis, já que seria possível introduzir CPUs e GPUs de maior desempenho, sem ter que se preocupar com o calor gerado, ainda que a sua aplicação no mercado de consumo geral ainda esteja muito distante. Mas é o começo.

Via Neowin