yotaphone2-01

No final de 2012, a empresa russa Yota anunciou o YotaPhone, um smartphone Android dotado de duas telas, uma LCD e outra de tinta eletrônica. Agora, na Mobile World Congress 2014, a singular aposta recebe uma nova versão, através do YotaPhone 2, que é bem mais interessante do que o primeiro telefone.

O YotaPhone 2 oferece melhorias em vários aspectos. A tela principal agora conta com 5 polegadas (1080p), e na face traseira, temos uma carcaça arredondada, que parece ajudar e muito no agarre do dispositivo. E ali está a segunda tela touch de tinta eletrônica, com 4.7 polegadas.

O motivo da presença de uma segunda tela é a autonomia de bateria. A segunda tela – de tinta eletrônica – fica ativa o tempo todo, mostrando as notificações, elevando assim a autonomia do smartphone para (teóricas) 50 horas de uso. A má notícia é que a segunda tela não funciona exatamente da mesma forma que a principal. Mostra notificações e serve para a navegação no sistema operacional do dispositivo, mas não é um espelho da tela principal, mostrando apenas os aplicativos especificamente desenvolvidos pela Yota para essa segunda tela.

yotaphone2-02

A boa notícia é que a Yota oferece o SDK aberto para todos que quiserem desenvolver aplicativos para a segunda tela. Nesse momento, eles estão negociando com gigantes como Barnes & Noble, Amazon e Google, para impulsionar as possibilidades da tela auxiliar.

Nas demais especificações, o YotaPhone 2 possui um processador Qualcomm Snapdragon 800 quad-core de 2.3 GHz, conectividade NFC, recarga de bateria sem fio e 8.9 mm de espessura. As demais especificações não foram detalhadas, mas o modelo anterior já contava com 2 GB de RAM, 64 GB de armazenamento e câmera traseira de 13 megapixels.

Segundo a Yota, o YotaPhone 2 deve chegar ao mercado no final de 2014.

Via Yota, Pocket-Lint