Esqueça de todas as versões do Windows Mobile que você viu até ontem. Esqueça, de verdade, que o Windows Mobile existe. O novo sistema operacional móvel da Microsoft se chama Windows Phone 7 Series, e quer fazer com que qualquer lembrança de seu anterior seja, no máximo, uma lembrança.

Apresentado oficialmente em Barcelona, seu novo sistema operacional é uma mudança radical que simplesmente destrói com toda a violência tecnológica possível e imaginável as versões anteriores. Eles fizeram tudo do zero, tanto na sua programação como, principalmente, seu visual.

Confirmando os rumores dos últimos dias, o Windows Phone 7 Series conta com uma interface redesenhada, que oferece integração com o Xbox Live e o Zune, sendo que o último serviu de inspiração gráfica para os menus do sistema, que são compostos por grandes ícones textuais, que deslizam de forma suave pela tela, dando acesso à funções sociais, multimídia e jogos, integrando-se com jogos do Xbox Live, avatares e perfis. Da mesma forma que os proprietários de um Mac possuem benefícios por comprar um iPod/iPhone pela sua integração, agora, os usuários de um Xbox 360 poderão desfrutar de uma experiência unificada, ao adquirir um telefone com Windows Phone 7 (e vice versa).

Finalmente a Microsoft colocará uma série de requisitos em termos de hardware para os telefones 7 Series. No lugar de oferecer o software para quem quiser, a empresa de Bill Gates especificará a CPU mínima e sua velocidade em MHz, a quantidade de memória RAM, a resolução da tela e a configuração de seus botões, garantindo sempre números mínimos para todos os novos aparelhos que podem ser lançados no mercado. Na prática, isso significa que os primeiros modelos serão relativamente similares, compartilhando as mesmas características e três botões frontais: Back, Start e Bing. Além disso, todos os 7 Series terão a mesma interface básica, terá widgets e múltiplas possibilidades de configuração.

Mais informações no site oficial do Windows Phone 7 Series.

Fonte