Se você precisa de duas telas e um micro projetor em um celular suficientemente grande para utilizá-lo com o mínimo de conforto, você não precisa procurar mais.

A Texas Instruments tornou oficial na Mobile World Congress o seu novo sistema integrado OMAP 4, que no momento só existe em um impressionante protótipo que já havia aparecido por aí a alguns dias atrás. De forma paralela, o fabricante de processadores anunciou a primeira plataforma de desenvolvimento específica para este hardware, que tem o nome de Blaze. O aparelho oferece novas formas de controle mediante a interpretação de gestos “no ar” (ou seja, sem tocar as telas) e aplicativos de realidade aumentada. Ele conta com um processador ARM Cortex-A9 MPCore similar ao que é utilizado pela Apple no seu iPad, mas com a diferença que este chipset é capaz de mostrar vídeos estéreoscópio a 720p e 30 FPS por canal. Bom, pelo menos é o que informa o pessoal do TI da Texas Instruments. Na verdade, é difícil de se imaginar ver vídeos 3D em um celular, por maior que ele seja.

Mas o fato é que a Texas espera que o hardware base seja adotado por algum fabricante de dispositivos profissionais altamente especializados. Certamente este aparelho não é feito para a maioria dos meros mortais, que vão ter que vender algum órgão interno para conseguir um aparelho com esta tecnologia toda. Mas sempre vale a pena babar com toda esta modernidade.

Fonte