tinder

No México, estão investigando uma série de assaltos a homens por parte de três mulheres que utilizavam o Tinder para encontrar suas vítimas.

As mulheres marcavam os encontros com os homens pelo aplicativo, drogavam os pobres coitados em seus respectivos apartamentos, e roubavam tudo. As presas preferidas dessas mulheres são pessoas com elevado poder aquisitivo, cargos importantes, solteiros, com carros de luxo e elevada renda.

A primeira denúncia foi apresentada em 12 de agosto, e as demais ocorreram em outubro. Apesar de atuarem separadamente, os investigadores detectaram o mesmo modus operandi em todos os casos.

Depois de trocar mensagens com as vítimas no Tinder, elas se encontram com eles em algum bar ou restaurante. Depois de algumas horas, esperam que ele as convidem para ir até a sua residência, onde realizam a ação criminosa.

O sub-procurador que investiga o caso afirma que nenhuma mulher foi presa (ainda), mas que a Polícia local já tem a identidade dos rostos das três suspeitas, e que a qualquer momento elas podem sofrer as ações penais.

Seria engraçado, se não fosse trágico. Infelizmente, as redes sociais são utilizadas para os mais graves delitos, onde desconhecidos entram em contato para realizar diversas barbaridades. É sempre bom ter um pouco de cuidado e bom senso antes de usar determinadas plataformas sociais. Afinal de contas, não sabemos quem está do outro lado.