eclipse solar

O último eclipse solar no hemisfério norte, ocorrido em 21 de agosto, deixou grandes imagens e nenhum dano em pessoas. Porém, o saldo negativo foi para os sensores de câmeras fotográficas.

A empresa de aluguel de câmeras Lensrentals está compartilhando fotos de vários componentes fotográficos que ficaram danificados por causa do eclipse. Enquanto que a maioria das pessoas eram conscientes dos danos que o fenômeno poderia causar, nem todos estavam cientes do mesmo efeito nas câmeras, que pagaram a consequência na busca da melhor foto.

Os danos de exposição aos raios diretos do sol durante um eclipse são exibidos em forma de crítica aos seus clientes, mostrando também a fragilidades das câmeras.

Mesmo com as advertências para que os clientes utilizassem filtros solares durante o fenômeno, muitos simplesmente ignoraram isso e danificaram parte dos componentes. Na maioria dos casos, sensores e obturadores ficaram danificados, mas espelhos, iris das lentes e até sistemas de filtro incorporado sofreram danos.

Nas fotos a seguir, temos como exemplo uma lente Panasonic de 20 mm (f/1.7) com o diagrama fundido, uma Canon 7D Mark II com o sensor e o obturador queimados, uma NIkon D500 com um espelho derretido, e até uma lente Canon EF 600mm f4L IS II de US$ 11.500 com as folhas do diafragma fundidas.

Felizmente, a maioria do equipamento conta com seguro, e a empresa tem pessoal especializado de fazer os reparos para quem quer salvar parte do material danificado.

 

 

Via Lensrentals