clash-of-clans-in-game-pursaches

A União Europeia está trabalhando com a Apple e Google para desenvolver um sistema de proteção para os usuários em relação aos aplicativos com compras integradas. Algo que nos últimos anos gerou denúncias e reclamações, principalmente pela facilidade que as crianças conseguiam realizar transações nesses aplicativos.

Na semana passada, a própria UE emitiu um comunicado revelando novidades e mudanças que serão efetivas nos próximos meses. A Google foi quem mais trabalhou nesse assunto, e confirmou que uma das mudanças que vão entrar em vigor é que os jogos que contam com itens vendidos dentro do aplicativo não mais receberão o rótulo “GRATUITO”. Também vai oferecer a opção de pedir a autorização prévia do dono da conta, através de uma senha, a cada vez que uma compra deve ser processada.

A informação procedente da UE indica que em dezembro de 2013, uma série de petições foram enviadas para algumas empresas (as já citadas Apple e Google, assim como a Federação Europeia do Software Interativo) tais como a que os jogos com essa característica não induzam ao erro os consumidores, que não sejam tão agressivos na tentativa de vender conteúdos in-app, ou que as formas de pagamento sejam claras e transparentes.

candy-crush-in-game-pursaches

A Google respondeu, confirmando o exposto no parágrafo anterior. Já a Apple ainda não ofereceu uma solução para essas questões, mas garantem que é um tema que está em discussão na empresa, e que tratarão com a devida atenção no futuro.

A Google garante que suas mudanças estarão concluídas no final de setembro de 2014. Entendemos que tais modificações afetarão inclusive as categorias da Google Play Store, e a forma e apresentar os aplicativos na loja. E não são mudanças tão simples assim: imagine reclassificar milhares de aplicativos em apenas três meses.

Via União Europeia