motorola-x-phone-concept

Esse é mais um smartphone do Google que segue dando o que falar, mesmo sem sequer ser oficial. O Motorola X, smartphone desenvolvido sobre medida pela Motorola, deve contar com a nova versão do Android, o Key Lime Pie, e para a tristeza de muitos, pode não ser anunciado durante a Google I/O, que acontece nos dias 15, 16 e 17 de maio, em San Francisco. O motivo: ausência de telas Full HD entre os desenvolvedores. Mesmo assim… o que esperar dele?

O smartphone só deve ser lançado no mercado a partir do mês de agosto. Até lá, só vamos poder especular e sonhar com algumas das possíveis características técnicas do dispositivo. Até porque tudo o que podemos falar sobre ele é o que já foi divulgado na internet nos sites de tecnologia. E, por enquanto, tudo o que podemos fazer e revisar tudo o que foi dito.

O primeiro rumor é que o Motorola X pode não se referir a um smartphone de forma concreta, mas sim, uma gama completa de produtos. Tal rumor pode ter o seu fundo de verdade, uma vez que recentemente, um dos diretores da Motorola divulgou que a primeira leva de smartphones da Motorola com a influência total do Google está chegando. Logo, é possível que o “X” da questão seja mesmo uma nova linha de produtos. Mas acho bem pouco provável que essa nova linha receba essa denominação.

Até porque o Motorola X possui especificações técnicas. Sua tela (até agora) vai contar com uma resolução Full HD de 4.7 ou 4.8 polegadas. Sobre o processador, algumas fontes afirmam que será um Qualcomm Snapdragon 800 quad-core de 2 GHz, que vai trabalhar em conjunto com 2 GB de RAM. Já outros veículos confirmam que esse produto será completamente personalizável no ato de sua aquisição, permitindo que o consumidor monte o smartphone ao seu gosto, permitindo a escolha de componentes que podemos considerar essenciais, e tirando aquilo que é dispensável. Seria ótima essa última opção, mas particularmente, acho muito difícil de acontecer.

O que parece ser certo é que a sua bateria será de 2.200 mAh. Um pouco superior à média dos smartphones, mas um pouco menor que alguns de seus componentes. Fica a expectativa em saber se o software será competente o suficiente para administrar a autonomia de bateria do dispositivo de forma aceitável, para não deixar os usuários na mão.

A aparência visual do novo smartphone é outra característica que todo mundo quer saber como é. Especula-se que o Motorola X será um smartphone muito fino, com um acabamento sóbrio e atraente. Os materiais a serem utilizados não foram revelados, mas seguindo os antecedentes da Motorola, que sempre se caracterizou pela qualidade do material utilizado na maioria dos seus produtos, podemos até nos arriscar em dizer que um toque de Kevlar aqui, um acabamento com partes de metal ali… ou seja, um produto que passa a imagem de solidez e cuidado em sua fabricação.

Reforço a teoria acima baseado nas últimas declarações de Larry Page, que deu a entender que o próximo smartphone da Motorola com Android está sendo desenvolvido para ter uma grande resistência à pancadas e golpes. E não seria a primeira vez que a Motorola fabricaria um produto “pau pra toda obra”.

Com tudo isso, podemos afirmar sem medo de errar que a Motorola está fazendo um smartphone de linha alta. Alguns até antecipam que o Motorola X deve contar com um preço final em torno de US$ 200, para ser um digno substituto do Nexus 4. Porém, as perguntas sem resposta ainda persistem, e vamos continuar atentos em tudo o que vai ser divulgado, até o seu lançamento oficial. Fica ainda a esperança que o Google mostre alguma coisa do smartphone durante a Google I/O em maio. Quem sabe até nos surpreender, apresentando oficialmente o smartphone.