motorla-tattoo-patent

Tudo bem que existem patentes realmente estranhas, e que a maioria delas não vai chegar nem perto de virar um produto comercial. Porém, essa da Motorola entra, com facilidade, no topo da minha lista. Recomendo que você procure uma cadeira ou poltrona para sentar, antes de seguir lendo essa preciosidade.

A Motorola solicitou os direitos de um novo modelo de microfone para smartphones, com um transceptor e sua própria fonte de energia, que pode ser – acredite, se quiser – tatuado no pescoço do usuário!

A ideia é que esse microfone capture as vibrações da voz diretamente da garganta do usuário, reduzindo assim o ruído ambiente e, supostamente, evitar o transtorno oferecido quando o usuário perde um microfone desses por aí. O dispositivo se conectaria ao smartphone através das conectividades Bluetooth, NFC ou qualquer outro protocolo sem fio, e incluiria uma bateria que “poderia ou não ser recarregável”.

Como se não bastasse, a patente vai além nos exercícios de “futurologia”, indicando que o microfone pode ser tatuado “em outros animais” (entendam como quiser).

Por enquanto, isso é tudo o que temos sobre o assunto. E é uma mera solicitação de patente. Mas não deixa de ser mais um indicativo que, de uma vez por toda, a febre dos dispositivos “vestíveis” está no seu ápice.

E você? Tatuaria um microfone no seu pescoço para seus amigos e familiares te ouvirem melhor?

Via USPTO.gov