O segundo lançamento da Motorola para o terceiro trimestre de 2011 é o Motorola Spice Key, que é mais um Android com cara de BlackBerry, pelo ar mais corporativo, e principalmente, pela presença de um telcado QWERTY físico. Abaixo, vamos conhecer alguns detalhes do aparelho, e passar as impressões iniciais desse primeiro contato.

O aparelho é um pouco menos espesso do que eu imaginava, e é até compacto. Não é um aparelho largo e alto como o Galaxy Pro ou o Motorola MB502, o que o torna mais ergonômico para momentos de digitação mais longa.

Parte superior do aparelho, com a sua entrada de fones de ouvido. Detalhe para essa combinação de preto e prata, que deixa o aparelho com um ar mais sério.

Um dos detalhes que ajudam na ergonomia do aparelho é o seu teclado QWERTY físico, que tem as teclas levemente curvadas, para que o dedo se acondicione à tecla de forma mais ajustada, tornando a digitação mais precisa e produtiva. Minha primeira impressão com esse teclado é que ele era mais duro do que o teclado do Galaxy Pro, mas isso pode ser uma falta de costume com o teclado do novo aparelho da Motorola. Quem sabe, com algumas semanas de uso, eu me adapte ao teclado do aparelho.

Sua tela possui dimensões reduzidas, mas é mais alongada na orientação vertical (paisagem), fazendo com que o Spice Key exiba as informações na tela de forma correta (ou, pelo menos, mais próximo aos aparelhos touch que temos no mercado). Com isso, os aplicativos na tela serão exibidos corretamente, com todas as suas funções exibidas na tela corretamente.

Não espere muito dessa câmera traseira. Ainda mais pelo fato dela não contar com um flash LED.

Dentro de sua proposta de hardware, o Motorola Spice Key roda bem o Android 2.3 (Gingerbread). Não dá para comparar com a performance do Milestone 3 (longe disso), mas é uma performance bem aceitável para um modelo com suas características.

Uma das coisas que me incomoda no sistema Android é essa baixa capacidade de memória para instalação de aplicativos. Parece que isso é feito de propósito, pois quando se usa o sistema, a vontade de instalar novos apps aumenta gradativamente. E, no caso do Spice Key, isso não é diferente.

E a minha primeira impressão foi: que o Motorola Spice Key é um bom aparelho Android com teclado QWERTY. Pode agradar aos usuários corporativos, que querem escrever e-mails com precisão, ou os fãs das redes sociais, que querem agilidade na hora de twittar. Se o seu negócio é navegação na internet, vá para um modelo com tela touchscreen, que é uma aposta mais segura.