motorola-logo-real-topo

A Lenovo iniciou a fusão do seu grumo Mobile Business Group (MBG) na Motorola Mobility, onde esta última será encarregada pelo design e fabricação dos smartphones da empresa matriz.

O movimento é parte dos esforços para racionalizar o seu catálogo de produtos, depois de sofrer uma brusca queda nos lucros líquidos, o que forçou a Lenovo a demitir 3.200 trabalhadores encarregados de tarefas que não eram de fabricação. Segundo a Lenovo, ‘a MBG vai seguir impulsionando o negócio de smartphones, mas agora confiaremos na Motorola para criar, desenvolver e fabricar smartphones’. Os funcionários da Lenovo Mobile vão se unir ao pessoal da Motorola.

Recentemente, a ZUK (outra empresa Lenovo) lançou o ZUK Z1 com Cyanogen OS, que será lançado nos EUA por US$ 300. Enquanto isso, a Motorola seguirá vendendo dispositivos top de linha nos mercados onde a Lenovo não está presente.

O que não fica claro é se a Lenovo vai acabar com a sua própria marca no mercado de telefonia, deixando o trabalho para a Motorola, mais consolidada no mercado internacional. Ou se a Motorola vai se encarregar tanto dos seus smartphones como os da Lenovo.

Via The Next Web