O segundo “netphone” apresentado pela Motorola é o Screen Mini, um aparelho em forma de barra, com tela touchscreen, pensado nos fãs das redes sociais. Vamos conhecer os detalhes do aparelho.

É um aparelho levemente robusto, um pouco mais espesso que os outros telefones apresentados, mas com um bom agarre.

A parte traseira do aparelho é sóbria, feita de um material rígido e detalhes em prata. Aparenta ser resistente, tal como passa a impressão de sua robustez.

Outro destaque vai para o botão Home, na parte inferior esquerda, e os ícones indicadores de rede, data e hora e status de bateria. Uma posição alternativa, e bem interessante para se ver as horas.

O modelo tem uma interface que pode enganar os mais distraídos. Pois bem, esse não é um aparelho com Android, apesar de se parecer com um. Mas isso não é um defeito: é até uma qualidade do aparelho apresentando uma interface amigável.

Ícones grandes, com textos bem claros, indicando o que cada item faz. É um telefone que imagino os mais velhos utilizando por causa dessas características.

A minha primeira impressão foi: que o Motorola Screen Mini é um aparelho simples, mas competente ao que se propõe. Não é um aparelho para heavy users: é um modelo bem mais simples, para usuários simples. Imagine sua vovó usando esse aparelho. E isso não será nenhum demérito.