O Motorola Moto G4 foi muito procurado no Brasil no ato do seu lançamento, mas rapidamente foi descartado pelos usuários, com uma elevada demanda de dispositivos disponíveis para venda no mercado informal. Isso aconteceu por causa de todos os problemas que o equipamento teve ao longo dos meses.

O mais recente problema envolvendo esse modelo aconteceu quando um usuário publicou um vídeo no Facebook onde mostra o seu Moto G4 com a parte traseira inferior totalmente destruída. O usuário alega que sentiu o dispositivo ficar quente no bolso, e quando retirou o mesmo, ele estava derretendo.

O usuário sofreu queimaduras leves nos dedos ao tirar o Moto G4 do bolso, mas nada mais grave aconteceu. Não há informações se a Motorola/Lenovo está investigando o caso.

Vamos aguardar uma resposta oficial da empresa ao tema. Mesmo assim, entendo que o correto é que o dispositivo seja recolhido para uma perícia mais apurada, e que esclarecimentos sobre esse tema sejam feitos.

 

ATUALIZADO EM 08/12/2017 @ 10h55:  a assessoria de imprensa da Motorola/Lenovo entrou em contato com o TargetHD, com o seguinte comunicado sobre o assunto:

 

“Para a Motorola a prioridade é, e sempre foi, a segurança de seus consumidores e, nesse sentido, tem total interesse na apuração do ocorrido. A empresa informa que, assim que tomou conhecimento do caso do Sr. Marcos Rigolon, entrou em contato pra prestar assistência ao consumidor, bem como para entender o ocorrido e analisar o smartphone em questão. Entretanto, o consumidor se recusou a entregar seu aparelho para a empresa.

A companhia reforça que trata-se de um caso isolado e é prematuro especular as causas sem antes realizar as análises técnicas necessárias no aparelho.

A empresa ressalta ainda, que todos os seus produtos são cuidadosamente projetados e fabricados com os mais altos padrões de excelência em qualidade, sendo submetidos aos testes rigorosos para oferecer ótimo desempenho para o consumidor. Por esta razão, pedimos aos usuários de celulares da marca que sigam as recomendações de segurança do produto e só usem acessórios desenvolvidos, produzidos ou aprovados pela Motorola.”