Moto-g-2015

Não está fácil para ninguém. Inclusive para a Motorola, que por conta do alto valor do dólar foi obrigada a aumentar os preços das variantes do Motorola Moto G de 3ª geração, lançado no Brasil no dia 28 de julho.

No site do fabricante, as três versões disponíveis para o smartphone já estão com novos preços. O modelo com 8 GB de armazenamento e 1 GB de RAM custa agora R$ 899; o modelo com 16 GB de armazenamento e 1 GB de RAM passa a custar R$ 949, e o modelo com 16 GB de armazenamento e 2 GB de RAM tem preço sugerido de R$ 1.029. Todos os modelos recebem um desconto de 5% para as compras com pagamento à vista.

Em 28 de julho, o dólar custava R$ 3.36, e em 24 de agosto, fechou a R$ 3.55. Tal mudança fez com que a Motorola reajustasse os valores, e em comunicado, eles garantem que estão fazendo todos os esforços para minimizar a variação do câmbio nos seus produtos, e que o aumento adotado para o Moto G foi inferior à variação cambial.

Quem agradece são os seus concorrentes diretos. O recém lançado Zenfone 2 Laser (que chega ao mercado em agosto) conta com 16 GB de armazenamento, 2 GB de RAM e sensor laser na sua câmera traseira de 13 megapixels, e tem preço sugerido de R$ 899. Logo, passa a ter uma relação custo/benefício melhor, e de forma direta.

Outros modelos que podem sair beneficiados com o reajuste do Moto G de 3ª |Geração são o Zenfone 6, a R$ 999, e o Samsung Galaxy A5, por R$ 980, que oferecem diferenciais relevantes por um preço similar ao dos novos modelos de linha média da Motorola.

Via INFO