Agora é oficial. Depois de vários vazamentos (um deles enorme, com vários renders e dados técnicos), a Lenovo apresentou oficialmente os novos Moto G5 e Moto G5 Plus.

Os modelos apresentam uma série de modificações para corrigir os erros da geração anterior, e entrar de cabeça na luta pela dominância do mercado de linha média.

 

 

Acabamento de metal e variedade de tamanho: a lógica do mercado atual

 

 

O Moto G4 e o Moto G4 Plus não foram o sucesso que a Lenovo esperava, já que eram muito mais caros do que o preço médio dos modelos de linha média clássicos, com um material que deixava a desejar (o plástico). Os novos Moto G5 e Moto G5 Plus corrigem isso.

Os novos modelos não são consideravelmente grandes para o teórico público-alvo desses modelos. Aliás, a diferença agora é mínima: o Moto G5 possui uma tela de 5 polegadas, enquanto que o Motorola G5 Plus fica com 5.2 polegadas. Com isso, a Lenovo deixa a divisão entre os dispositivos mais definida, se distanciando mais da linha Moto Z nesse aspecto.

A principal novidade de design do Moto G5 e Moto G5 Plus é a volta da linguagem mais clássica da Motorola, com um acabamento melhor para se diferenciar da concorrência. O corpo completamente de alumínio oferece uma maior resistência e acabamento à linha. Os dois modelos agora contam com leitor de digitais, e a tela do modelo básico mantém os 1080p do modelo do ano passado, mas com a redução da diagonal, a densidade aumentou (400 ppp para o G5, 423 ppp para o G5 Plus). A tela se mantém uma IPS.

O Moto G5 estará disponível em uma única versão, com 16 GB de armazenamento (expansíveis), 2 GB de RAM, processador Snapdragon 430 octa-core de 1.6 GHz e GPU Adreno 505. Sua câmera traseira conta com 13 MP, com sistema de foco por detecção de fase. A bateria que alimenta esse modelo possui 2.800 mAh, que usa um carregador tradicional de 10 W.

 

Moto G5 Plus: maior tela, potência e câmera melhor

 

 

O Moto G5 Plus tem suas vantagens. A diferença de preço é pequena, mas em compensação você recebe uma tela maior (5.2 polegadas), um processador mais potente (Snapdragon 625 octa-core a 2 GHz), uma GPU ligeiramente melhor (Adreno 506), mais RAM (3 GB) e maior capacidade de armazenamento (32 GB). Sua bateria também é maior (3.000 mAh), além de contar com a tecnologia TurboPower de recarga rápida.

A câmera traseira do Moto G5 Plus possui 12 MP, em compensação, é um sensor com sistema de foco Dual Pixel, com abertura f/1.7. Os dois modelos recebem sensores frontais de 5 MP.

Os dois modelos recebem o sistema operacional Android 7.0 Nougat, com suporte para o Google Assistant e outros recursos próprios, como Moto Display e Moto Actions.

Os novos smartphones de linha média da Motorola chegam aos principais mercados globais (Europa, EUA e América Latina) já no começo de março. Os preços sugeridos são:

 

– Moto G5, com 2 GB de RAM/16 GB, por 199 euros
– Moto G5 Plus, com 2 GB de RAM/32 GB, por 229 euros
– Moto G5 Plus, com 3 GB de RAM/32 GB, por 279 euros

 

Valores no Brasil ainda não foram confirmados. Atualizaremos esse post quando essas informações forem divulgadas pela assessoria de imprensa da Lenovo.