Com apenas um mês de mercado, a Microsoft revela que o Windows 8 alcançou a expressiva marca de mais de 40 milhões de licenças vendidas. Quem informou a marca foi Tami Reller, Presidente de Marketing e Finanças do Windows, durante a sua participação na conferência anual sobre tecnologia, organizada pela Credit Suisse.

Em comparação com o Windows 7, que é o sistema operacional mais bem sucedida da Microsoft, que conseguiu vender mais de 60 milhões de licenças dos dois primeiros meses de vida, os resultados apresentados por Reller sobre o Windows 8 podem ser considerados, no mínimo, promissores. Durante a sua explanação, Reller não revelou nenhum dado sobre as vendas do Windows RT, mas compartilhou algumas outras estatísticas interessantes sobre o novo ecossistema do Windows. A saber:

  • A Microsoft tem até o momento 1.500 dispositivos certificados para o Windows 8
  • O número de aplicativos disponíveis na Windows Store duplicou no último mês, chegando a alcançar a marca de 21.500 aplicativos.
  • 90% dos consumidores que adquiriram o Windows 8 estão usando mais as funções da tela inicial do que a do desktop tradicional, desde o primeiro dia de uso.

Outro dado interessante: os aplicativos da Windows Store superaram os US$ 25 mil em lucros, dando a possibilidade dos desenvolvedores em obter 80% de lucros durante o ciclo de vida de seu aplicativo.

Reller confirmou que boa parte desses surpreendentes resultados estão relacionados à oferta de atualização do Windows 8, que estará disponível até o dia 31 de janeiro de 2013, onde os consumidores poderão adquirir o Windows 8 por um preço muito reduzido. No Brasil, por exemplo, para aqueles que compraram um computador a partir de julho de 2012, poderá atualizar para a nova versão por apenas R$ 29. Para quem comprou um computador antes de junho, e possui uma licença do Windows válida, poderá atualizar para o Windows 8 por apenas R$ 69.