xwindows-8.1-capturas-00

Uma coisa é defender a segurança de uma plataforma com palavras inflamadas. A outra, muito diferente, é mostrar que o seu sistema é tão seguro, que está disposto a pagar uma bela recompensa para aquele que conseguir sabotar o seu sistema, encontrando as suas falhas.

A Microsoft não está para brincadeiras, ainda mais em um aspecto tão crítico como a segurança dos dados do usuário. Por isso, usa a velha tática do “a melhor defesa é o ataque”: eles oferecem até US$ 100 mil em dinheiro para quem encontrar uma falha de segurança no Windows 8.1, e até US$ 50 mil para quem oferecer sugestões úteis sobre como o sistema pode se defender diante de um determinado ataque.

Mas isso não é tudo: a gigante de Redmond também oferece dinheiro para quem fizer o mesmo com o preview do Internet Explorer 11. Até US$ 11 mil para quem encontrar vulnerabilidades críticas no navegador.

A estratégia da Microsoft é, de certo modo, corajosa e inteligente. Além de tentar comprovar a segurança e a confiabilidade de suas plataformas, é muito melhor pagar uma vez os erros e problemas detectados por outras pessoas do que ter prejuízos de milhões com uma imagem arranhada. Até porque deve ser mais barato pagar um hacker ambicioso do que um engenheiro da Microsoft.

Via TechCrunch