Na semana passada, a Microsoft confirmou que cópias piratas do esperado jogo Halo 4 vazaram na internet, e logo em seguida chegaram notícias que indicavam que as contas e consoles que resolverem usar o jogo sem autorização seriam expulsas da Xbox Live. Muito bem, a gigante de Redmond foi confirmada, e essa decisão não é algo raro no histórico da empresa, uma vez que no passado já foram banidos consoles que “mostraram atividades estranhas”. Logo, é totalmente normal que os piratas recebem esse tipo de castigo.

Resumindo: as pessoas que usarem cópias do Halo 4 em seu Xbox 360 verão na tela da sua TV uma mensagem que diz algo como “suspenso permanentemente, por uso ilegítimo de um título de pré-lançamento”. E, mesmo que o gamer venha com o argumento do tipo “não violei nenhum direito autoral, pois a culpa não é minha de alguém ter vazado o jogo na internet antes do seu lançamento”, o que vale é que o título não foi lançado oficialmente, e pode sequer estar oficialmente finalizado. Isso, sem falar que o software foi adquirido sem os devidos pagamentos de direitos de utilização do mesmo.

É importante destacar que contas e consoles verão o seu seu acesso à Xbox Live restringido, e não estamos falando de uma ou duas unidades. A Microsoft ainda afirma que está trabalhando com as autoridades para solucionar o problema das cópias piratas de Halo 4, mas como bem sabemos, uma vez que alguma coisa chega na internet, é muito difícil fazê-la desaparecer.

Então, se você vê aquele camelô que você conhece vendendo o novo Halo 4 para Xbox 360 nessa semana, recuse gentilmente. É melhor para você.

Via