tela-azul-da-morte

A lendária “tela azul da morte” (BSOD, ou Blue Screen of Death) que nos acompanha há décadas nas diversas versões do sistema operacional Windows são, em alguns casos, indecifráveis para a grande maioria dos usuários. Essas telas aparecem quando se produz um erro crítico do sistema operacional, obrigando o usuário a reiniciar o software.

Na mesma tela, são oferecidas informações sobre a falha, mas em um texto que é tão indecifrável que muitos poucos podem gerenciá-lo de forma proveitosa para tentar evitar a falha antes que ela se produza de novo. Ainda que a partir do Windows 7 o número de falhas tenha se reduzido de forma drástica em relação ao Windows XP por conta da melhora da estabilidade do sistema e pelo próprio gerenciamento do sistema, a Microsoft pretende melhorar as informações da “tela azul da morte” no Windows 10.

Pra isso, estão em testes as versões das BSODs que poderiam simplificar o processo de diagnóstico e solução dos problemas que causam as falhas do sistema, com a ajuda de QR codes.

BSOD_2

O QR code exibido na “tela azul da morte” pode ser gerenciado no smartphone do usuário, e por enquanto só habilita o acesso à página windows.com/stopcode. Porém, não é difícil de se imaginar que no futuro esses códigos poderão permitir ao usuário acessar diretamente os recursos necessários para solucionar o problema em específico que causou o bloqueio do computador.

Via Neowin