Google e ASUS receberam grande destaque quando revelaram que o Nexus 7 seria vendido por US$ 199. Agora… será que a Microsoft pode fazer o mesmo com o Surface em outubro? Segundo o Engadget, a resposta é sim. A empresa de Redmond vai copiar a estratégia, oferecendo o Surface for Windows RT de 32 GB pelo valor de US$ 199, com o lançamento previsto para o dia 26 de outubro.

Inicialmente, se especulava que o tablet chegaria ao mercado por US$ 599, o que levantou muitos pontos de interrogação entre especialistas e consumidores. Porém, tudo indica que a Microsoft vai mesmo entrar na competição a sério no mercado de tablets, oferecendo um preço agressivo do seu tablet mais simples desde o lançamento.

Recentemente, a Microsoft confirmou que vai lançar o Surface for Windows RT em 26 de outubro, mas sem confirmar o seu preço. Os US$ 599 previamente anunciados estavam calcados em rumores, baseados na análise de suas especificações técnicas, que eram similares ao Nexus 7, mas com diferenças que poderiam deixar o seu preço mais caro que o modelo do Google.

Por outro lado, se pararmos para pensar na possibilidade real da Microosft lançar o Surface por US$ 199, este seria um ataque direto e imediato ao mercado do Nexus 7, além de bater de frente com o “grande tubarão” do mundo dos tablets, o iPad, e com vantagens reais. Afinal, o Surface possui um sistema operacional completo, e com um hardware com maiores possibilidades de produtividade e multimídia. Essa pode ser uma jogada muito inteligente, pois pode colocar o Windows RT efetivamente no jogo. Ou, pelo menos, pode ter mais chances de sucesso que o Windows Phone nesse primeiro estágio.

Dito isso, ainda fica a pergunta: será que a Microsoft vai mesmo ter coragem de lançar o Surface a este preço? O Nexus 7 tem uma certa harmonia de especificações técnicas e preço competitivo, com o Google admitindo publicamente que vende o tablet a preço de custo (estamos aqui ignorando os acordos que a empresa deve ter feito com fornecedores). Já a Microsoft usa uma matéria prima “premium” para o Surface, com um chassi de magnésio, por exemplo. Além disso, vale lembrar que o Windwos RT não é um sistema “livre”, ou seja, tem custo de licença. Até para a Microsoft.

Será que a Microsoft vai arriscar a tal ponto, vendendo um tablet muito barato para competir com outros produtos que não podem alcançar o seu metiê técnico? Vamos ter que esperar até outubro para obter a resposta dessa e de outras perguntas.