Que a Microsoft quer estar no seu carro, nós já sabemos. Faz tempo que a gigante de Redmond está trabalhando nos seus sistemas temáticos com núcleo Windows em plataformas como a SYNC (Ford), UVO (Kia) ou Blue&Me (Fiat), mas os seus planos para o futuro do denominado Connected Car são muito mais ambiciosos, se observarmos com calma a indicação deixada por uma de suas ofertas de emprego.

No seu portal de contratação, a Microsoft publicou um anúncio em que buscava um engenheiro para aproveitar “todo o poder do ecossistema da Microsoft”, em uma plataforma automobilística, que usará tecnologias tão variadas, como o Kinect, Windows 8, Windows Phone, Windows Live, Bing e o sistema de serviços na nuvem Azure. Tudo isso se integraria de forma invisível para o usuário, com o objetivo de melhorar a experiência do motorista ao volante.

Os produtos resultantes de tão ambiciosa plataforma ofereceriam sistemas capazes de interpretar os movimentos do seu rosto e suas mãos, assim como comandos de voz para reconhecer o motorista e interagir de forma bem natural com o mesmo, oferecendo informações contextuais baseadas em suas preferências e hábitos ao volante, isso sem falar na possibilidade de se conectar à nuvem via Azure para atualizar automaticamente a sua coleção de músicas ou até os favoritos da internet com os demais dispositivos que você possui (computador, tablet ou smartphone).

Infelizmente, apesar da descrição de sua oferta de emprego ser quase uma declaração de intensões, por enquanto, a Microsoft não colocou data para o lançamento de sua versão do carro do futuro. Ou seja, vamos ter que esperar de forma paciente para conferir (e compreender) o funcionamento desses carros.

Via SlashGear