650_1000_windows-phone-app-studio

A proposta da Microsoft no segmento de sistemas operacionais móveis é ser uma alternativa ao iOS e Android, e em vários mercados globais, a sua cota já é destacável. Agora, o Windows Phone também quer ser referência em um mercado considerado crucial para a gigante de Redmond: o empresarial.

Leila Martine, responsável pela divisão do Windows Phone na Microsoft do Reino Unido, expressou que a intensão da sua empresa é de transformar a plataforma móvel na líder entre as grandes empresas, e em um curto prazo de tempo: em um ano, ou seja, no meio de 2015.

No Reino Unido, os dados são promissores, já que segundo os seus dados, os dispositivos Nokia com Windows Phone contam com 18% de cota de mercado empresarial, enquanto que a Apple é líder com 35%. Lá, os modelos da Nokia deixaram os smartphones da Samsung para trás, que ficou com 17% do mercado.

Para superar os seus rivais, a Microsoft quer destacar os problemas da concorrência – por exemplo, que o Android está muito fragmentado, ou que o iOS é caro. Não só isso: eles querem dobrar a atual cota de mercado para o usuário final nesse mesmo prazo de um ano.

Esse comentários contrastam um pouco com os dados apresentados pela Kantar Worldpanel, que indicam que no Reino Unido, a preferência pelo BlackBerry ainda é maior que a do Windows Phone.

Via Neowin