microsoft-windows-bridge

A Microsoft disponibilizou de forma oficial o Windows Bridge (antes conhecido como Project Islandwood) ferramenta para portar apps do iOS para o Windows 10. O software foi anunciado na Build 2015, e era uma das maneiras (ao lado do Project Astoria) que a gigante de Redmond encontrou para facilitar a migração de apps das duas lojas de aplicativos dos principais sistemas operacionais.

O Windows Bridge é uma ‘ponte’ (sem trocadilhos) para que os desenvolvedores de apps do iOS (iPhone e iPad) possam migrar de forma mais direta os seus aplicativos para o Windows 10, facilitando a sua presença no novo sistema operacional.

Por enquanto, essa ferramenta open source está disponível no GitHub, com o objetivo de estar disponível no Visual Studio durante o outono norte-americano. O software é um compilador de Objective C, e por enquanto não suporta o Swift, algo que é esperado para breve.

Em outro comunicado, Salmaan Ahmed, chefe do projeto do Windows Bridge, explica detalhadamente no que consiste essa ferramenta, e como ela vai funcionar para os desenvolvedores.

Assim, a Microsoft busca solucionar a falta de aplicativos em sua loja, e este é um dos principais inconvenientes dos usuários na hora de migrar para a sua plataforma e a adquirir um dos seus smartphones. É uma das principais reclamações, e uma das mais importantes mudanças que o Windows 10 para smartphones deve trazer.

Sobre os outros projetos citados no Build, eles também anunciaram o lançamento do Project Westminster, outro serviço ponte, mas nesse caso destinado a web apps. Já o Project Astoria ainda está em fase de testes, e está disponível apenas via convites.

A Microsoft informa que ainda estão trabalhando no Windows Bridge, e que algumas de suas funções não estão disponíveis, ou se encontram em um estado prematuro. Mas eles convidam aos desenvolvedores que trabalhem com a ferramenta desde já, para que eles possam se familiarizar e até ajudar a melhorar a plataforma.

Via Windows Blog