Windows-Phone-8-800x510.jpg

 

O Windows Phone 8 não tem seis meses de vida, e ainda precisa se popularizar junto aos usuários de smartphones. Mas isso não impede que a Microsoft já pense em sua próxima versão. Alguns indícios já mostram que a gigante de Redmond já está pensando nisso.

O indício mais forte está em uma oferta de emprego publicada no próprio site de oferta de carreira da Microsoft, que busca um profissional que ajude a melhorar o sistema operacional móvel. A inclusão de novos profissionais, com novas perspectivas é algo natural dentro desse processo evolutivo, e é necessário no caso da Microsoft. O Windows Phone, lentamente, começa a conseguir uma cota de mercado que nenhum outro sistema que ousasse enfrentar os sistemas iOS e Android conseguiu. E quando essa cota chegar aos 10%, ele passa a ser um adversário real dos sistemas da Apple e do Google.

Outro ponto a ser observado é que, de forma discreta, a Microsoft muda a sua estratégia, falando menos e trabalhando mais. A empresa não fez coletivas na CES e na MWC, deixando que os seus parceiros apresentassem produtos que levam os seus sistemas. Bem sabemos que tal tática é adotada pela Apple, que só se manifesta quando tem algum produto novo para apresentar, e essa tática vem dando certo.

Além disso, a Microsoft segue trabalhando na integração de todas as suas plataformas. Parte importante desse processo está na modificação do kernel do Windows Blue, que inclui Windows 8, Windows Phone 8, Windows Server, Outlook e outras plataformas. Para que tudo funcione de forma coordenada, é fundamental que a empresa trabalhe duro nessas plataformas. Por isso, imagino que para a gigante de Redmond, ter essa integração desenvolvida de forma paralela em todas as suas plataformas é a melhor saída para o desejado ecossistema integrado.

Por fim, duas informações importantes. A primeira é que, aparentemente, todos os dispositivos atuais serão atualizados para o Windows Phone 7.8. Tudo vai variar a partir da disponibilidade de cada fabricante em fazer as respectivas adaptações. A segunda notícia (menos interessante para o nosso mercado) é que a HTC vai continuar a fabricar produtos com o Windows Phone, sendo o HTC Tiara um dos primeiros dispositivos a serem lançados.

 

Via WMPowerUser