Windows 10

A Microsoft foi obrigada a pagar US$ 10 mil como pena de um processo movido por um usuário, que teve prejuízos com a obrigatoriedade que a empresa impunha para a atualização do sistema operacional para o Windows 10.

De fato, é bem irritante você executar o computador e receber um alerta solicitando a atualização do equipamento para o Windows 10. Não são poucas as reclamações publicadas pelos usuários, sem falar naqueles casos onde o equipamento é atualizado de forma automática e obrigatória. Alguns chegaram a denunciar a própria Microsoft por essa estratégia tão agressiva junto aos seus usuários.

 

Alguém se irritou muito com isso, e decidiu processar a Microsoft

Terri Goldstein, proprietária de uma agência de viagens, viu como o computador de seu escritório deixou de funcionar corretamente depois de uma atualização automática para o Windows 10. Os problemas ocorridos pelo update impediram que ela pudesse exercer a sua atividade profissional de forma adequada. E não teve dúvidas: processou a Microsoft pelas horas de trabalho perdidas. Além do processo, pediu uma compensação financeira pela substituição do seu computador.

O resultado? Terri ganhou a causa, e aumentou o saldo de sua conta bancária em US$ 10 mil, e tudo isso por causa de uma instalação automática do Windows 10. Não sabemos se a Microsoft atenderá da mesma forma os demais usuários que decidirem ir na justiça pelas práticas da empresa, já que existem algumas ações em curso decorridas de problemas provocados pelo aviso de atualização automática do sistema operacional.

Via The VergeSeattle Times