A Microsoft vai realizar hoje em Nova York, São Paulo e nas principais cidades do planeta eventos de lançamento do seu novo pacote de aplicativos de escritório, o Microsoft Office 2013. Mas para quem não pode estar no evento, ou simplesmente não pode esperar, saiba que ele já está disponível para compra para todos os usuários. Nesse post, vamos informar detalhes gerais da nova versão, e o mais importante: os preços a serem cobrados por essa atualização.

O novo Office 2013 vem alinhado com a proposta do Windows 8, e por consequência, se alinha com a ideia da Microsoft em criar um ecossistema de produtos que possuam a mesma interface visual minimalista, mas oferecendo recursos avançados, o que já é a marca registrada do pacote de escritório mias vendido do mundo. O Office segue se focando prioritariamente em usuários de escritório e estudantes, que necessitam desse pacote de aplicativos para desenvolvimento de suas atividades.

Os principais programas do Office 2013 seguem sendo o Word, o Excel e o PowerPoint, que estarão presentes em todas as versões disponíveis da suíte de aplicativos. O OnteNote, o “caderno digital” do Office, também está presente em todas as versões, uma vez que a própria Microsoft entende que esse recurso se tornou muito popular entre os usuários do serviço.

A grande novidade do Office 2013, além de uma interface renovada, é a sua maior integração com recursos na nuvem, através do Office 365. Através dele, o usuário poderá acessar o Office de qualquer lugar, enviando os seus aplicativos pelo SkyDrive (pelo menos 20 GB disponíveis para armazenamento), e podendo instalar a suíte em até cinco computadores diferentes. Outro recurso interessante para quem precisa ter o Office em mais de uma máquina é o Office on Demand, que transmite os arquivos do office para qualquer computador conectado à web no modo On Demand. Por fim, o Office 365 também marca a estreia do Skype na suíte de aplicativos, onde a Microsoft oferece até 60 minutos por mês de chamadas Skype para telefones de mais de 40 países.

Alguns e-commerces nacionais já disponibilizam para venda o Office 2013 no Brasil. Por exemplo, o Extra já preparou uma página especial para o produto, mostrando suas principais características e as opções disponíveis para compra.

Pelo menos por enquanto (mais detalhes devem ser revelados na coletiva de lançamento do produto no Brasil), as duas versões disponíveis são o Office 2013 Home & Student (Word, Excel, PowerPoint e OneNote), que custa R$ 239,00, e o Office 365 Home Premium (Word, Excel, PowerPoint, OneNote, Outlook, Publisher, Access e recursos online – para 5 dispositivos entre PCs, tablets e smartphones), que tem uma assinatura anual de R$ 179,90.

Antes que você comece a reclamar do preço (para alguns brasileiros, isso é praxe), os valores adotados para o mercado brasileiro são mais baratos do que aqueles adotados nos Estados Unidos. Lá, o pacote Office 2013 Home & Stuent tem o valor de US$ 139,99 (ou R$ 293, na cotação de US$ 1 = R$ 2,10), e a versão Office 365 Home Premium tem assinatura anual de US$ 99,99 (R$ 209, na mesma cotação do dólar). Além disso, estamos falando simplesmente do mais utilizado pacote de aplicativos de escritório do mundo. Logo, para quem é usuário regular do recurso, o valor está dentro do aceitável.

Para saber mais sobre o novo Office 2013, acesse os links abaixo:

introdução
Word 2013
PowerPoint 2013
Excel 2013
OneNote 2013