microsoft-base-eua-redmond-teaser

A Microsoft apresenta o Microsoft Transparency Hub, um site que é uma fonte central com uma grande variedade de relatórios sobre o que é possível ou não acessar, incluindo os relatórios de petições de aplicação da lei e das forças de segurança dos Estados Unidos.

Os dados presentes nesse momento abarcam os seis primeiros meses de 2015, e incluem várias referências sobre o ‘direito do esquecimento’. O Microsoft Transparency Hub também aloja alguns detalhes demográficos sobre os funcionários e outras estatísticas da Microsoft.

Foi registrado um aumento nas petições, se comparado com os números da segunda metade de 2014, indo de 31.002 para 35.552. Apenas 3% das petições realizadas por organismos governamentais foram derivadas da divulgação de conteúdo de clientes.

O Relatório de Petições de Remoção de Conteúdos mostra as petições recebidas pela Microsoft, e é dividido em três áreas:

– Petições de governos que denunciam a violação de uma lei local ou dos próprios termos de serviço.
– Petições dos moradores da União Europeia para apagar links do Bing através do Direito ao Esquecimento.
– Petições de proprietários de copyright que denunciaram o Bing por infringir a sua propriedade intelectual.

A Microsoft recebeu um total de 186 petições durante os seis primeiros meses de 2015, dos quais 165 vieram da China. A empresa espera com esses relatórios oferecer uma informação melhor e mais transparente ao seus clientes e usuários, seguindo a tendência de outras empresas.

Via BetaNews