A reformulação que todos esperavam para o Hotmail resultou em algo um pouco diferente. A Microsoft anunciou hoje (31/07) o Outlook.com, um novo serviço de correio eletrônico com uma boas doses de interface Metro e forte integração com as redes sociais.

Dessa forma, a gigante de Redmon tenta renovar a imagem do Hotmail, que deixou de ser um dos serviços online mais utilizados ao redor do planeta para ser simplesmente… um serviço web. Pelo menos temporariamente, tanto o Outlook.com quanto o Hotmail vão funcionar simultaneamente, de modo que, se você ainda prefere usar o Hotmail (e, particularmente, te acho uma pessoa estranha por tal escolha), ninguém vai te obrigar a atualizar a sua conta para o Outlook.com.

Pelas funções, o Outlook.com tratará de marcar as distâncias com uma interface minimalista e totalmente distanciada do estilo alegre do Hotmail, com uma quantidade de publicidade muito menor (não teremos mensagens promocionais nas mensagens individuais, apenas nas listas de e-mails), acesso direto ao Twitter e Facebook, e até integração com o Skype. Se bem que esta última característica ainda não está implementada por completo no novo sistema.

Toda a sua aparência visual deve ser familiar para os usuários do Windows Phone, até mesmo com a incorporação da pequena animação de carregamento de mensagens visto no sistema mobile da Microsoft. Sua usabilidade, no entanto, é totalmente pensado para o uso em desktops, oferecendo uma experiência típica de um aplicativo web utilizado em um computador convencional.

A versão de testes já está disponível, e dispensa o uso de convites prévios para ser degustada. Além disso, o beta do Outlook.com oferecerá armazenamento “virtualmente” ilimitado para o seus membros (não sabemos até que ponto), com 7 GB de SkyDrive para todos aqueles que criaram uma conta Microsoft, além da promessa de substituir por completo a imagem do Hotmail. Um detalhe a ser observado: nas imagens do novo serviço, você poderá ver o nome NewMail. Esta é a designação temporária adotada pela Microsoft antes do lançamento do Hotmail.com.

Se eles vão conseguir? Bom, eu não tenho bola de cristal. Mas recomendo que você, amigo leitor, visite a página do serviço e tire suas próprias conclusões. Ou veja o vídeo promocional abaixo.