Ballmer felizão? Com certeza! Os resultados financeiros da Microsoft registrados durante o seu último trimestre fiscal se converteram em US$ 21.46 bilhões de lucros totais, algo que aconteceu por causa principalmente da forte venda registrada dos lançamentos de seus novos produtos.

Com entradas de exportação de US$ 7.7 bilhões, lucros líquidos de US$ 6.38 bilhões e lucros diluídos por ação de US$ 0.76, os resultados financeiros registrados durante o último trimestre de 2012 foram recordes pera a empresa. O relatório financeiro aponta que boa parte desses lucros foram obtidos com a oferta de atualização do Windows, que no Brasil, alcançou o inédito preço de R$ 69. Lembrando: essa mamata acaba na semana que vem, no dia 31 de janeiro.

Steve Ballmer, CEO da Microsoft, comenta:

“Nossa grande ambição em repaginar o Windows, assim como por lançar nosso próprio tablet e o Windows Phone 8, despertou um crescente entusiasmo em nossos consumidores, permitindo ter a oportunidade sem precedentes de mostrar toda a nossa criatividade aos sócios e desenvolvedores. Com os novos dispositivos que integram o Windows, incluindo o Surface Pro e a nova suíte do Office 2013 no horizonte, vamos seguir conduzindo com emoção nossa ideia de ecossistema Windows, oferecendo o nosso software através de dispositivos e serviços de qualidade.”

As vendas da divisão do Windows foram de US$ 5.88 bilhões, o que representa um aumento de 24% em relação ao mesmo período do ano anterior. Também, não é para menos, se levarmos em conta as mais de 60 milhões de licenças do Windows 8 vendidas até agora.

A divisão de dispositivos e entretenimento registrou vendas de US$ 3.77 bilhões, o que é uma queda de 11% em relação ao mesmo período do ano anterior, mas aqui temos que levar em consideração que o Xbox 360 segue sendo o console mais vendido dos Estados Unidos, mas com um ciclo de vida que está chegando ao seu final. A maioria dos gamers começam a esperar (e guardar dinheiro) pelo novo console que a empresa deve anunciar ainda em 2013.

As vendas da divisão do Microsoft Office também registraram quedas, mas mais uma vez temos que levar em consideração que a Microsoft está prestes a lançar o novo pacote Office 2013 (dia 29 de janeiro). Logo, nos próximos meses, esses resultados devem melhorar e muito.