microsoft-office-android-devices

Microsoft e Asus ampliaram o seu acordo para incluir licenças cruzadas que afetam os dispositivos Android dos taiwaneses, que serão obrigados a incluir de fábrica a suite Microsoft Office em seus dispositivos com o sistema operacional da Google.

Aparentemente, o acordo tem o propósito de evitar que a Microsoft processe a Asus pela quebra das patentes Android, em troca do fabricante ceder a algumas exigências da gigante de Redmond. O acordo também abarca o software, dispositivos e serviços da Microsoft. Além da pré-instalação do Office do Android, o acordo com a Asus também abre a porta para a colaboração no desenvolvimento de novos produtos entre as duas empresas.

Vale a pena mencionar que há anos a Microsoft cobra por patentes supostamente violadas pelo Android, uma situação que transformou o sistema da Google em uma fonte de lucros segura para a Microsoft. Há quem diga que o verdadeiro dono do Android não é a Google, mas sim a Microsoft.

A gigante dirigida por Satya Nadella gasta tempo buscando acordos com fabricantes para pré-instalar o Office em dispositivos Android, com o fim de minimizar as exigências nas patentes violadas. A Samsung foi a primeira a chegar nesse acordo, e agora a Asus faz o mesmo, logo depois de alcançar outro acordo com a Google, sem deixar claro se a gigante de buscas vai repassar dinheiro ou não para a Microsoft.

Via Microsoft