swiftkey-no-ios

Segundo a própria Microsoft, a ideia por trás da compra do SwiftKey é explorar a tecnologia que integra a sua base, e a relação com os seus próprios produtos e serviços. Ou seja, a empresa está mais interessada no que existe por trás da solução (como funciona a previsibilidade de texto ou a sua interface) do que no aplicativo em si.

Harry Schum, vice-presidente executivo de tecnologia e pesquisa da Microsoft, confirmou que a tecnologia do SwiftKey pode se integrar ao teclado Word Flow de Redmond, deixando claro a ideia da empresa em melhorar a sua própria carteira de soluções de produtividade.

O esclarecimento é importante para os usuários do SwiftKey, que temiam que a solução desaparecesse do mercado, tal e como se esboça com outras compras recentes da Microsoft, principalmente nos casos do Wunderlist ou Sunrise. Mas com esses posicionamentos, sabemos agora que nada muda para os fãs do melhor teclado virtual do mercado mobile.

Via Microsoft, SwiftKey