microsoft-band

Todas as referências sobre a Microsoft Band 2 foram retiradas da loja online da Microsoft, e lojas do varejo nos Estados Unidos fizeram o mesmo.

Poderia ser uma simples limpeza de inventário para um modelo de terceira geração, mas o ZDNet cita fontes internas da Microsoft para garantir que não há planos para uma nova versão dessa pulseira inteligente.

A Microsoft não só retirou do mercado o hardware, mas também eliminou o kit de desenvolvimento de software (SDK), o que reforça a teoria de descontinuação da linha de wearables da Microsoft.

 

Microsoft Band: nunca foi um sucesso

Apesar da segunda geração da Microsoft Band ser muito melhor que a primeira, o produto em si nunca foi um campeão de vendas. Desde o seu lançamento, o seu preço só caiu, saindo de US$ 249 para US$ 99 em menos de um ano.

É difícil prever se a Microsoft vai mesmo sair completamente do mercado de wearables de consumo, tal  como está fazendo no mercado de smartphones, algo que acaba se conectando de forma inevitável.

Não é pelo fato do mercado de dispositivos conectados ser o de maior atenção do consumidor nesse momento. Até a Apple vendeu muito menos que o esperado. Porém, é um segmento de futuro seguro, e a maior empresa de software do mundo não deveria ficar de fora.

Há quem diga que essa é apenas uma pausa da Microsoft para depois tomar impulso… para, quem sabe, um Surface Watch, que chegaria junto com o Surface Phone.

Via ZDNetThe Verge