windows-10-family

A Microsoft atualizou os requisitos mínimos de hardware necessários para instalar o Windows 10 nos desktops e dispositivos móveis.

Esses dados servem de base para os fabricantes/parceiros OEM para comercializar equipamentos, mas podem servir de base para o usuário final saber se o seu equipamento é ou não capaz de trabalhar com o Windows 10. É importante ressaltar que em todos os sistemas operacionais, os requisitos mínimos fixados pelos fabricantes são sempre bem baixos, e convém aumentá-los para se obter uma boa experiência de uso.

Nas mudanças mais destacadas em relação ao fixado pela Microsoft há um ano, se destacam os dados estabelecidos para o tamanho de tela. A partir do Windows 10 Anniversary, os desktops poderão contar com um tamanho mínimo de 7 polegadas, e a versão móvel poderá ser instalada em telas de até 9 polegadas. Os dois casos ampliam as possibilidades de criação de equipamentos por parte dos fabricantes.

Outra mudança importante chega na quantidade mínima de RAM exigida, saindo de 1 GB para 2 GB em equipamentos com Windows 10 de 32 bits, se aproximando da realidade de uso. O novo sistema operacional da Microsoft funciona bem em equipamentos mais antigos, mas 1 GB de RAM era insuficiente, limitando a experiência de uso.

Os demais requisitos mínimos de hardware permanecem inalterados. As principais para dekstops é um microprocessador a 1 GHz, armazenamento mínimo entre 16 GB e 20 GB (edições de 32 e 64 bits, respectivamente) e tela (7 polegadas ou superior) com resolução nativa de 800 x 600 pixels.

Via MSDN