Paint

A Microsoft anunciou oficialmente a remoção do aplicativo Paint no Windows, depois de 32 anos de atividades.

A gigante de Redmond publicou as características que vão desaparecer do Windows na sua futura grande atualização, a Fall Creators Update, e entre elas está o Microsoft Paint.

A explicação para a decisão é que a Microsoft considera o aplicativo obsoleto, e não mais está disposta a investir esforços em sua renovação. No seu lugar, o novo Paint 3D, que estreou no último update, apresenta uma interace renovada e entrega objetos tridimensionais.

O Paint foi um dos aplicativos que vieram como padrão no lançamento do Windows 1.0 em 1985, se transformando em um dos primeiros aplicativos de edição gráfica.

De lá para cá, permaneceu em todas as versões do Windwos até agora. Uma de suas últimas renovações significativas aconteceu no Windows 7, mas desde então ele praticamente não mais evoluiu.

Além do Paint, a Microsoft vai abandonar o Outlook Express, outro aplicativo clássico que deixou de ter sentido depois da inclusão do aplicativo de e-mail no Windows 10, além de aplicativos de leitura e lista de leituras que se integrarão diretamente no Edge.

Para ler a lista completa de aplicativos que deixarão o Windows nas futuras atualizações do Windows 10, acesse o site oficial da Microsoft.