xbox-one-gears-of-war-collection microsoft

Albert Penello, diretor sênior de gestão e planejamento de produto da divisão Xbox, reconheceu abertamente em uma entrevista recente que o PC eclipsou os consoles.

“Nos últimos cinco anos, houve um verdadeiro renascimento dos games no PC, e isso aconteceu graças à NVIDIA e AMD, que investem em maximizar o desempenho nos modelos top de linha, ao ponto que os PCs eclipsaram os consoles mais do que nunca. De fato, antes os consoles lideravam, e os PCs levavam um tempo para chegar no mesmo nível”. 

Penello tem razão, mas é interessante observar também o tema do desenvolvimento centrado nos consoles, e em como e lastra o correto aproveitamento do PC, e das adaptações mal finalizadas. Um exemplo que surpreende (negativamente) é o de Quantum Break, jogo distribuído pela Microsoft Studios como exclusivo para Xbox One e PC.

De qualquer forma, temos que reconhecer que o Xbox 360 e o PS3 também deram sinais de esgotamento com o lançamento das placas GTX 200 e Radeon HD 4000 entre 2008 e 2009. A adaptação do primeiro Crysis é um exemplo claro do que estamos falando.

 

 

Via TweakTown