Este post traz uma séries de detalhes novos sobre o sistema operacional móvel da Microsoft. A empresa de Bill Gates reuniu desenvolvedores no evento MIX10 para mostrar quais são as suas intensões com o sistema, e procurar conquistar o pessoal que vai passar madrugadas à fio na frente do computador desenvolvendo os aplicativos para o sistema. Vamos aos fatos.

Logo de cara, todos os programadores receberam gratuitamente o kit necessário para começar a desenvolver para o sistema, incluindo o SDK Visual Studio 2010 Express for Windows Phone e Expression Blend for Windows Phone, que pode parecer pouco, mas é o necessário para começar a desenvolver aplicativos (engraçado… em outros eventos por aí, trazem pessoal do mundo todo e nem SDK para eles desenvolverem eles recebem…. bom, ponto para a Microsoft).

Entre os serviços disponíveis para os programadores, estão o suporte para acelerômetro, APIs de posicionamento baseados em Location Servicer, que é um novo sistema de notificações que avisa ao usuário de suas mensagens/avisos independentemente do aplicativo em uso, aceleração de vídeo com DRM e suporte Smooth Streaming, controles multitouch e acesso às câmeras e microfones integrados nos aparelhos. Sem muitas surpresas aqui.

Por outro lado, o Windows Phone Marketplace foi redesenhado junto à sua estrutura de benefícios: 70% do dinheiro vai para os programadores, e 30% vai para o bolso de Ballmer e seus empregados, com o benefício de que eles simplificaram o envio de aplicativos para reduzir os custos derivados do processo de certificação do aplicativo. Possíveis conteúdos? Jogos normais e de Xbox Live, música, aplicativos das operadoras e programas convencionais.

Além disso, o serviço ainda conta com suporte para pagamentos através do cartão de crédito, ou através da conta da operadora de telefonia, e ainda por conteúdo com anúncios, ou ainda o usuário poderá testar o programa antes de comprar. Ou seja, várias modalidades de compra para os usuários.

Para desenvolvimento de aplicativos e jogos, a Microsoft conseguiu reunir um bom número de parceiros comerciais para fornecer conteúdo para o Windows Phone 7 Series. Alguns deles: The Associated Press, Citrix Systems, EA Mobile, Frog Design, Graphic.ly, Hudson Enternainment, IMDB, Larva Labs, Match.com, Microsoft Game Studios, Namco, Pandora, Photobucket, PopCap Games, Seesmic, Sling Media, SPB Software, Stimulant, TeleCommunications Systems, Vertigo Software, entre outros.

Por fim, a Microsoft escolheu o game The Harvest para demonstrar as possibilidades de entretenimento dos novos telefones com o 7 Series, oferecendo gráficos 3D de alta qualidade, detalhamento de cenários, integração com leaderboards, oferecendo com tudo isso uma experiência de Xbox Live bem parecida com a do console de mesa. Vídeo abaixo.