microsoft-htc

Ainda que a distância que separa o iOS do Windows Phone nas suas respectivas cotas de mercado seja algo considerável (e para o Android pareça uma eternidade), podemos dizer que o sistema da Microsoft começa a reduzir essa diferença. E o pessoal de Redmond parece ter entendido que ter apenas a Nokia como principal promotor do Windows Phone não é o suficiente. Por isso, não chega a ser tão surpreendente a notícia da Bloomberg, que informa que a HTC foi procurada para buscar uma maneira para que os modelos que hoje levam o Android possam contar com o Windows Phone.

A fonte revela que algumas reuniões entre executivos das duas empresas aconteceram, e que tiveram contato com pessoas que participaram dessas reuniões. A ideia da Microsoft é que os modelos da HTC carregassem o Windows Phone como uma opção secundária ao vender os seus dispositivos, de forma que o usuário pudesse escolher o sistema operacional de sua preferência na hora da compra.

Desde o mês de junho de 2013 que a HTC não lança novos dispositivos com Windows Phone e, pelo menos por enquanto, eles não pensam em fazê-lo tão cedo. Além disso, a aquisição da Nokia por parte da Microsoft não foi muito bem recebida pelos demais fabricantes. Esta seria uma das razões pelas quais a Microsoft poderia estar disposta a fazer inclusive algumas concessões nas políticas de uso do seu sistema operacional móvel.

Uma das principais diferenças entre o Android e o Windows Phone é que os fabricantes de dispositivos precisam pagar um valor para utilizar o sistema da Microsoft, enquanto que a Google apenas exige que alguns aplicativos estejam pré-instalados no dispositivo a ser lançado, como o Google Search e o Google Maps. Talvez uma mudança nesse aspecto poderia tornar essa incorporação do Windows Phone algo mais atraente.

Via Bloomberg