Nintendo Switch

De forma surpreendente (ou não), o MercadoLivre informa que proibiu as vendas do console Nintendo Switch em seu site. Os vendedores que anunciavam o produto na plataforma foram informados da proibição e tiveram seus anúncios excluídos.

A Nintendo não tem representação no Brasil, o que faz com que nem o Nintendo Switch, nem os jogos sejam vendidos oficialmente. O console também não foi homologado pela Anatel, o que impediria um eventual lançamento caso houvesse uma empresa representando a fabricante japonesa.

Logo, a única via de se obter o console era pela importação, e agora, nem isso: os anúncios de vendedores que ofereciam o Nintendo Switch no MercadoLivre foram removidos, e o site já informou que os reincidentes poderão ter a conta suspensa ou banida da plataforma.

O MercadoLivre argumenta sua decisão para cumprir o que manda a legislação brasileira, que impede a venda por terceiros de produtos que não foram lançados oficialmente no mercado nacional, ou que não possuem registros pelas agências reguladoras competentes.

A distribuidora NC Games pediu a classificação de alguns dos jogos do Nintendo Switch no Ministério da Justiça, mas os títulos devem custar quase o dobro do valor de qualquer jogo para as plataformas mais populares (Xbox One e PlayStation 4).

De forma informal, o console era vendido por aqui por um preço médio de R$ 2 mil (nos EUA, ele custa US$ 299).

 

Via Estadão