Windows 10

 

A Microsoft fez um ótimo trabalho com o Windows 10, que tem um excelente desempenho mesmo em equipamentos com hardware mais modesto. Sem falar no cuidado com os aspectos básicos, como segurança e funcionalidades.

Mas… sempre podemos melhorar.

Nem tudo roda tão redondo nos equipamentos mais simples, e não é preciso fazer nada de muito complexo. Esse post oferece um guia simples, com três ajustes que podem ajudar a melhorar o desempenho do Windows 10 sem esforço e em poucos minutos.

 

1. Configure o plano de energia para alto desempenho: aqui, o Windows vai trabalhar em plena capacidade, ao custo de maior consumo energético. Em desktops, isso não traz prejuízos. Em notebooks, você pode usar esse recurso caso compense esse consumo extra. Para isso, basta escrever “editar plano de energia” na barra de busca do Cortana.
2. Desabilitar programas na inicialização: limite os programas que carregam diretamente com a inicialização do Windows 10. É algo bem vindo para acelerar os tempos de inicialização e reduzir a carga do sistema. Para isso, clique com o botão direito na barra de tarefas e escolha “administrador de tarefas”, para depois escolher a aba Início.
3. Desative as animações: fará com que o sistema tenha uma maior fluidez em geral, em troca da redução de um eventual atrativo visual. Para aplicar o recurso, digite “Configuração Avançada do Sistema” na barra de busca do Cortana, e escolha a opção de configuração Desempenho.