vi-phonestation-meizu-mx4

O Meizu MX4 chegou ao Brasil. Ele começa a ser vendido no mercado nacional a partir de amanhã (28), através da empresa Vi, que representa a marca chinesa no Brasil. O smartphone será vendido inicialmente pela internet, com o seu marketing focado nas redes sociais.

Lá fora, o Meizu MX4 custa pouco mais de US$ 300. No Brasil, o dispositivo será vendido exclusivamente com um kit de acessórios pensados na produtividade, com o nada convidativo preço de R$ 2.899. No Brasil, o smartphone se chama Vi PhoneStation, e o kit acompanha três acessórios: o Vi Cast, o Vi Drive e o Vi Center, que atuam como streaming de conteúdo multimídia, expansão de memória e teclado virtual/bateria externa, respectivamente.

O Meizu MX4 comercializado no Brasil tem processador MediaTek MT6595 octa-core, 2 GB de RAM, bateria de 3.000 mAh e 32 GB de armazenamento (não expansível), além de câmeras de 20.7 MP e 2 MP. O modelo possui design bem cuidado, com moldura de alumínio e bordas chanfradas. Já parte traseira tem o plástico brilhante, mas com a aparência de ser um dispositivo bem montado.

Sua tela possui 5.36 polegadas (1920 x 1152 pixels), com um botão capacitivo na parte frontal, para retornar para a tela inicial do Android. Nada dos botões de comando típicos do Android puro. Aliás, o Meizu MX4 conta com o Flyme OS, ou seja, uma ROM muito modificada, bem distante da interface nativa da Google.

meizu-mx4-soft-1-1060x589

Sobre os acessórios, o Vi Cast lembra o Chromecast no funcionamento: você conecta na entrada HDMI da TV, e pode transmitir conteúdos em Full HD via WiFi, via Miracast. O Vi Drive é um leitor microSD (cartão de 32 GB incluso), que pode ser acessado pela rede sem fio, precisando de uma porta USB para funcionar. Já o Vi Center funciona como teclado virtual e bateria portátil de 5.000 mAh, projetando as teclas em uma superfície para uma digitação.

 

meizu-mx4-soft-2-1060x589