650_1000_mediatek-chip

O Android One é a nova iniciativa da Google para ser a referência nos mercados emergentes, e para que tudo dê certo, vários fabricantes (por enquanto Micromax, Karbonn Mobile e Spice Mobile) trabalham em conjunto com a gigante de Mountain View para desenvolver esses dispositivos. Porém, nada é tão simples quanto parece.

Colocar esses elementos em ordem para obter um preço tão competitivo (abaixo de US$ 100) é uma tarefa árdua. Para isso, eles precisam dos fabricantes de hardware interno ao seu lado, trabalhando para apresentar soluções decentes e rentáveis. E é aqui que entra a MediaTek.

Bem conhecida nos mercados asiáticos onde o Android One vai atuar, como Índia e China, e a segunda maior fabricante de chipsets do mundo, ficando atrás apenas da Qualcomm, a MediaTek pode ser decisiva no sucesso do Android One. Nada foi confirmado, mas fontes taiwanesas próximas aos provedores e empresas envolvidas já informam que MediaTek e Google vão trabalhar juntas para construir as bases dos produtos Android One.

A MediaTek é conhecida por sempre apresentar soluções acessíveis, e em muitos casos decentes no desempenho, e nos últimos tempos, até inovadoras, no que se refere a arquitetura dos núcleos de conectividade. Trabalhar na otimização diretamente com a Google pode dar à eles um impulso muito grande na sua imagem, além de participar de uma iniciativa com grande potencial de venda.

É sempre bom lembrar que o Android One vai funcionar com versões limpas do Andoid, sem personalizações.

Como deveria ser em todos os casos.

Via Digitimes