Menos de duas semanas se passaram desde o lançamento do iOS 6, e mais da metade de todos os iPhones do planeta já contam com o novo software. De acordo com os últimos números divulgados pela empresa de publicidade online Chitika, a adoção do iOS 6 no iPhone alcançou a marca de 60%, enquanto que no iPad esse índice é de 45%, e no iPod Touch, de 39%.

A empresa observa que o iPod Touch tem uma velocidade de adoção ao iOS 6 naturalmente mais lenta, uma vez que ainda existem muitos modelos de segunda e terceira geração em circulação, que não são compatíveis com a nova versão, ficando estacionados no iOS 4. Diferentes dos iPhones, cujos proprietários acabam trocando a cada dois anos pelo menos, o iPod Touch conta com um ciclo de vida maior, e os seus usuários ou ficam mais tempo com o seu player para comprar um novo, ou quando compram um novo dispositivo para ouvir músicas, vão direto para o iPhone.

Isso mostra que, mesmo com todas as críticas feitas ao Apple Mapas ou ao consumo de bateria no iPhone 4/4S, os usuários não estão tendo o menor receio em ficarem com os seus dispositivos atualizados. Estão levando em consideração o fato que a relação custo/benefício é maior nesse caso, e os novos recursos e benefícios do sistema atualizado acabam compensando os eventuais problemas iniciais da nova versão.

É sempre bom lembrar que você não é obrigado a atualizar o seu dispositivo para o novo iOS 6, pelo menos, por enquanto. A Apple não tem como hábito limitar funcionalidades vitais para o bom funcionamento dos seus dispositivos para forçar o usuário a realizar a atualização de software. A única coisa que você não vai ter é justamente as novidades que a nova versão oferece (maior integração com o Facebook, melhorias diversas e novos recursos e funcionalidades, o novo Apple Maps… ops, isso não é uma melhoria… desculpe…).

E se você realizou a atualização, e está arrependido disso, pode simplesmente reverter o processo, de forma simples, via iTunes.

Via Chitika