Intel Loihi

Elon Musk já alertou sobre um futuro onde as máquinas podem sair do controle, e o anúncio da Intel deixou esse futuro um pouco mais próximo. Temos agora um novo chip que pode imitar o cérebro humano.

O Loihi é um chip baseado na computação neuro mórfica, e é capaz de aprender a partir de dados, e chegar a conclusões sem ser instruído para isso. Ele imita as funções do cérebro, aprendendo a operar baseado na retroalimentação que recebe ao seu redor. O chip não precisa ser treinado como no método tradicional, e fica cada vez mais inteligente com o passar do tempo.

Com o Loihi, a Intel se distancia do modelo de aprendizagem automatizada convencional, que depende de padrões de treinamento ajustados para determinadas situações.

 

 

O novo chip utiliza picos e sinápsis plásticas que são moduladas em função do tempo. O modelo é inspirado na forma como os neurônios se comunicam e aprendem.

O Loihi combina o treinamento e a inferência em um mesmo chip, dispensando assim a necessidade de receber a instrução a partir da nuvem. A Intel afirma que as possibilidades são infinitas, graças aos seus 130 mil neuronas e 130 milhões de inferências. O chip consome pouca energia com o seu processo de fabricação de 14 nanômetros.

A Intel vai mostrar os avanços desse novo chip em diversos centros de pesquisas e universidades durante a primeira metade de 2018.

Aguardamos as declarações de Elon Musk sobre o tema.