linux-heartbleed

Com a vulnerabilidade do Heartbleed descoberta no popular código OpenSSL, uma coisa ficou clara: as empresas de tecnologia ficaram tão assustadas, que se uniram pelo objetivo de evitar que algo parecido volte a acontecer.

O projeto Core Infraestructure Initiative é comandado pela Fundação Linux, que será encarregado de gerenciar todos os recursos que as empresas participantes vão dedicar na criação de uma nova plataforma comum de segurança para a internet. Eles contam com o apoio de 12 das empresas mais poderosas do mundo da tecnologia e da internet, como Google, Microsoft, Facebook,  Amazon (através de sua filial Web Services), IBM, Intel, Qualcomm, HP, Dell, Cisco e Fujistu. E essa lista ainda vai aumentar.

Cada uma dessas empresas se comprometeram a doar US$ 100 mil mensais durante três anos. Com as 12 empresas que começaram a iniciativa, já estamos falando de US$ 1.2 milhão iniciais por mês. Desenvolver uma alternativa mais sólida que o OpenSSL é uma das prioridades, mas não será o único projeto a ser abordado para criar as bases de uma internet mais sólida. A iniciativa também prevê reuniões periódicas entre todos os seus integrantes para o desenvolvimento dessas iniciativas.

Via Linux Foundation, The Verge